Uma das coisas mais legais de começar a programar em Ruby é ir percebendo, com o passar do tempo, as particularidades da linguagem. Uma de suas características mais interessantes, a meu ver, é a quantidade de pequenas features que servem para simplificar a vida do programador, ou mesmo para diminuir a quantidade de código necessário para fazer coisas simples.

Um exemplo bastante conhecido do que eu mencionei é a sintaxe de hash introduzida no Ruby 1.9. É um detalhe pequeno, mas que torna uma coisa corriqueira como a criação de um hash tendo símbolos como chaves algo mais prático. Outra feature bastante conhecida é a notação de porcentagem (“%”).

O exemplo mais conhecido dessa notação é o %w, utilizado para a criação de arrays de palavras. Onde isso:

%w(one two three four)
#=> ["one", "two", "three", "four"]

É equivalente a isso:

["one", "two", "three", "four"]
#=> ["one", "two", "three", "four"]

Porém, além deste exemplo, existem outros delimitadores para facilitar nossa vida em diferentes. São os seguintes:

%q

O primeiro, e mais simples, é o %q, utilizado para criar strings sem interpolação. Sua contraparte maiúscula %Q, que pode ser substituída por %, aceita interpolação.

animal = 'dog'
p %q[The quick brown fox jumps over the lazy #{animal}]
p %Q[The quick brown fox jumps over the lazy #{animal}]
p %[The quick brown fox jumps over the lazy #{animal}]

#=> "The quick brown fox jumps over the lazy \#{animal}"
#=> "The quick brown fox jumps over the lazy dog"
#=> "The quick brown fox jumps over the lazy dog"

%w

É a já mencionada notação para criação de arrays de palavras. Assim como no caso anterior, apenas a versão maiúscula %W aceita interpolação.

%r

Esta notação é utilizada para a criação de expressões regulares. Algo importante a ser dito é que, ao contrário dos casos anteriores, esta notação aceita interpolação e não possui versão maiúscula.

animal = 'dog'
p %r{mice|cat|#{animal}}
#=> /mice|cat|dog/

%s

Esta notação é utilizada para criar símbolos. Ela também não possui contraparte maiúscula, porém não aceita interpolação.

animal = 'dog'
p %s!animal!
p %s!#{animal}!
#=> :animal
#=> :"\#{animal}"

%i

Esta expressão literal foi implementada no Ruby 2.0 e é bem similar ao %w, porém cria um array de símbolos. Do mesmo modo que o %w, possui uma versão maiúscula que aceita interpolação.

animal = 'dog'
p %i<cat rat #{animal}>
p %I<cat rat #{animal}>
#=> [:cat, :rat, :"\#{animal}"]
#=> [:cat, :rat, :dog]

%x

A última expressão da lista é a %x, que cria um comando de shell. Tal qual o %r, este delimitador não possui versão maiúscula e aceita interpolação.

p %x|echo #{ 2 + 3 }|
#=> "5\n"

Delimitadores

Note que em cada exemplo utilizei um tipo de caractere diferente para delimitar a expressão. Fiz isso propositadamente para demonstrar que a esta notação aceita qualquer caractere que não seja alfanumérico ou multibyte como delimitador. Se para abrir a expressão se usa (, [, { ou < o delimitador para fechar a expressão será o caractere de fechamento correspondente (), ], } e > respectivamente). Caso seja usado algum outro caractere válido (como nos casos que usei | e !), então o delimitador final será o mesmo caractere que iniciou a expressão.

Achou o post útil? Achou algum erro no conteúdo? Quer falar sobre a Vida, o Universo e Tudo Mais? Deixe seu feedback nos comentários e até o próximo post.